terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Não era pra ser


Ler esse texto ao som de Colbie Caillat- Try

Sei que essa frase é meio clichê, mas cansei de me apaixonar, cansei de ser sempre a que sai machucada, cansei daquele ciclo de me acostumar com a pessoa na minha vida e quando menos espero, ela desaparece sem ao menos se despedir.

Por que você deixou que eu me aproximasse de você dessa forma, se no fundo você não se entregou ao amor que eu sentia? Se não queria, não devia ter deixado as coisas tomarem esse rumo. Você devia ter me ignorado, ao invés de dar continuidade às nossas conversas. Devia ter desviado os meus olhares ao invés de me olhar de volta. Não devia ter me chamado para sair, nem muito menos me beijado, ou perguntado o que sinto por você.

Não era para dar certo, não era para ter sido, digo isso com o maior peso no peito e com a certeza da cruel verdade. Nossos caminhos se cruzaram em uma breve distração da minha parte, você sabe o quanto sou desligada, perdi meu caminho e achei que seguindo com você chegaria a algum lugar. E você me deixou… Se é que existe destino, o plano dele era nos manter longe, seríamos ambos desconhecidos, deveríamos. E talvez poderíamos nos encontrar uma ou duas vezes no metrô ou em alguma esquina da vida, mas tudo isso não faria a menor diferença em nossas vidas, pensar nisso dói, não dói? mas, no fundo parece a melhor solução, pois você não saberia meu nome, eu nunca iria escutar o som da sua risada e nem conheceria o tamanho da felicidade que você poderia me trazer e o quanto tudo isso me machucaria em algum momento. 
O destino é sábio, nós que somos atrapalhados, conseguimos juntar dois mundos diferentes, duas vidas que nunca deveriam ter se encontrado e olha só o que deu. 

Parece que não fomos feitos para dar certo, não fomos feitos para ficar junto, isso acontece.. Não sei se isso foi culpa do destino, até porque nem eu mesma tenho certeza de que acredito nele, mas no fim, a gente fica se perguntando: Porque não deu certo? E a resposta é clássica e indiscutível, Não era pra ser..

Nenhum comentário:

Postar um comentário